Digite no mínimo 3 caracteres!
Polícia

Adolescente que tinha mandado de prisão em aberto é detido tentando aplicar golpe na Caixa Econômica Federal, em Xanxerê

O adolescente apresentou documentos falsos e se alterou com a chegada dos policiais

Por: Alessandra de Oliveira
22/06/2024 08h43 - Atualizado há um mês
Adolescente que tinha mandado de prisão em aberto é detido tentando aplicar golpe na Caixa Econômica Federal, em Xanxerê

A Polícia Civil de Santa Catarina, através da Delegacia de Polícia da Comarca de Xanxerê, coordenada pelo Delegado de Polícia Elder Arruda Chaves, apreendeu, na manhã da sexta-feira (21), na agência da Caixa Econômica Federal de Xanxerê, um adolescente de 17 anos, que tentava aplicar um golpe na agência bancária. 

✅ CLIQUE AQUI E RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM PRIMEIRA MÃO NO WHATSAPP

Após os funcionários da agência desconfiarem da atitude do indivíduo, a polícia foi acionada e requisitou a apresentação da documentação. O suspeito, já alterado, só portava documento virtual falso e se recusava a apresentá-lo, tentando, inclusive, apagar o aplicativo de seu celular. Com o apoio dos seguranças da Caixa Econômica, o policial conteve o indivíduo, que reagiu. 

Após ser conduzido até a Delegacia, foi identificado com sua verdadeira identidade, sendo constatado tratar-se de adolescente, o qual possuía Mandado de Busca e Apreensão por Ato Infracional, expedido pela 1ª Vara da Comarca de Araquari no processo de Execução de Medidas Socioeducativas.

Após a apreensão, o adolescente, acompanhado do Conselho Tutelar de Xanxerê, e o policial passaram pelo exame de corpo de delito, sendo realizado demais trâmites legais.

Quer mandar uma sugestão de pauta para a equipe de jornalismo do Canal Ideal? Descreva tudo e mande suas fotos e vídeos pelo WhatsApp, clicando AQUI.

Veja também

Veículo roubado usado em assalto a condomínio é encontrado abandonado em Chapecó

Automóvel foi encontrado no bairro Vila Real na noite de segunda-feira (22)

Incêndio de grandes proporções atinge galpão de madeira no Oeste

Conforme o proprietário o prejuízo ultrapassa os R$ 500 mil. Caso aconteceu em Dionísio Cerqueira

Este site usa cookies para melhorar e personalizar sua experiência com nossos conteúdos e anúncios. Ao navegar pelo site, você autoriza o Canal Ideal a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de privacidade.