Digite no mínimo 3 caracteres!
Educação

Professora de berçário é denunciada pelo MPSC por supostamente agredir alunos

O fato foi registrado em Orleans, no Sul do estado

Por: Alessandra de Oliveira
19/04/2024 10h11 - Atualizado há um mês
Professora de berçário é denunciada pelo MPSC por supostamente agredir alunos

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) apresentou denúncia contra uma professora acusada de agredir crianças em um centro de educação infantil na cidade de Orleans. Conforme a investigação, a mulher teria agredido física e psicologicamente e xingado os alunos como forma de aplicar castigos pessoais neles. 

✅ CLIQUE AQUI E RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM PRIMEIRA MÃO NO WHATSAPP

A denúncia já foi aceita pela Justiça, tornando a professora ré na ação penal. Além da condenação pela prática do crime de tortura, o MPSC requereu à Justiça a perda do cargo e a suspensão do exercício da função pública da acusada pelo dobro da pena que for proferida. 

Conforme a investigação, entre os meses de janeiro e setembro de 2023, a denunciada, à época professora do berçário, teria submetido as crianças, que estavam sob a sua guarda e autoridade, a um intenso sofrimento físico e mental, como forma de aplicar castigo pessoal, utilizando-se de violência e ameaças. Detalhes sobre o ocorrido não podem ser citados devido ao sigilo que envolve o processo.

Por esses fatos, o MPSC pede na denúncia a condenação da ré pela prática do crime de tortura por inúmeras vezes, com o agravante de ter sido cometido contra crianças e por um agente público. 

Fonte: MPSC

Quer mandar uma sugestão de pauta para a equipe de jornalismo do Canal Ideal? Descreva tudo e mande suas fotos e vídeos pelo WhatsApp, clicando AQUI.

Veja também

Unoesc Xanxerê inicia as atividades da sexta turma da Universidade da Melhor Idade

A turma é composta por 50 alunos provenientes dos municípios de Entre Rios, Faxinal dos Guedes, Lajeado Grande, Xanxerê e Xavantina

VÍDEO: La Salle Agro lança 5ª edição de livro com artigos de alunos e professores

A cerimônia aconteceu na noite desta sexta-feira (17) em Xanxerê

Professores suspendem a greve por 60 dias para negociar com o Governo do Estado; confira as reinvindicações

A determinação ocorreu após 15 dias de paralisação em um encontro realizado na Praça Tancredo Neves, em Florianópolis.

Este site usa cookies para melhorar e personalizar sua experiência com nossos conteúdos e anúncios. Ao navegar pelo site, você autoriza o Canal Ideal a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de privacidade.